Ludmilla lança 'Cobra venenosa' e explica que canção foi feita há três anos

Foto: Divulgação

A funkeira Ludmilla divulgou, nesta sexta-feira (3/7), a canção Cobra venenosa nas plataformas digitais. O single havia tido trecho divulgado pelo cantora nas redes sociais em um momento em que Ludmilla vivia uma polêmica com Anitta. No entanto, em entrevista ao Correio, a artista garante que a música nada tem a ver com o fato. Questionada se a canção era uma resposta, ela disse:

Não. A música foi feita há três anos.

Ludmilla diz que escreveu Cobra venenosa para mostrar a importância de ter pessoas ao redor que apoiem e fortaleçam os outros.

Me inspiro muito no que observo ao meu redor, não necessariamente em coisas que aconteceram comigo. E para essa música eu quis trazer a importância de ter pessoas que nos apoiam e nos fortalecem e como isso ajuda a gente a encarar os venenos do dia a dia, por exemplo.

Cobra venenosa é o primeiro single de Ludmilla desde o lançamento do EP Numanice, em que a cantora se dedicou ao pagode. A nova canção traz de volta a batida do funk, mostrando que Ludmilla se manterá transitando entre vários gêneros.

Como artista, gosto de me experimentar. Canto pop, funk, pagode e o que mais vier. Acho que o importante é a gente estar aberta para experimentar, fazer coisas novas. Há muitas possibilidade aí. Eu quero experimentar cada vez mais, e não só como cantora. Tanto que recebi o convite e vou fazer a segunda temporada de Arcajo renegado, uma série do Globoplay que eu amei. Estou muito feliz com essa nova possibilidade!

Por enquanto, a nova faixa é apenas um single. Não há ainda expectativa de que Cobra venenosa faça parte de um novo álbum, já que Ludmilla teve que remanejar alguns projetos musicais por conta da pandemia.


Duas perguntas // Ludmilla

Você foi muito bem recebida pela crítica e pelo público no pagode. Existe uma intenção de se dedicar mais a esse ritmo ou seus trabalhos serão mais voltados mesmo ao pop e ao funk?

O pagode sempre fez parte da minha vida e fiquei muito feliz com o resultado do EP Numanice. Por enquanto, não estou trabalhando em outras canções de pagode, mas isso não quer dizer que não volte a cantar músicas desse gênero.

Como tem sido esse momento de quarentena você?

Tem sido diferente estar mais em casa, não ficar tanto na estrada. Acabo aproveitando mais o dia a dia com minha família, o que é muito bom. E esse também tem sido um período de bastante trabalho. Tem o lançamento de Cobra venenosa para o qual fizemos toda uma estratégia de divulgação viral, usando bastante as redes sociais e contando com o apoio dos fãs. E foi muito incrível porque, na segunda-feira, o assunto mais comentado do Twitter no Brasil era "COBRA VENENOSA SEXTA". E esse tópico chegou a ser o 10º mais comentado no mundo dentro do microblog. E estou também já trabalhando na preparação para Arcanjo renegado, fazendo o treinamento tático, de posicionamento. Estou adorando ter essa nova experiência e muito curiosa para entrar no set, vestir o figurino, contracenar com meus colegas de cena.

Via Correio Braziliense